Notícias

Copal é apresentado pelo governador do Tocantins durante Amazon-Bonn, na Alemanha

04/12/2017 - Geórgia Milhomem - Jornalista

O Comitê de Proteção a Amazônia Legal (Copal) foi apresentado durante o Amazon-Bonn, pelo governador do Tocantins, Marcelo Miranda. O evento acontece em paralelo com a Conferência do Clima da ONU (COP23), no Museu Contemporâneo de Bonn, Alemanha. Na oportunidade o governador apontou a importância do comitê como uma ferramenta de diálogo, transparência e democracia no processo de desenvolvimento e proteção da Amazônia Legal.

“Aliar desenvolvimento com sustentabilidade é um desafio mundial. Neste sentido o Copal vêem para fortalecer e proteger o bioma amazônico, unindo esforços dos Corpos de Bombeiros que integram a Amazônia Legal, para combater os incêndios florestais na região”, destacou o Miranda.

O comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins e presidente do Copal, coronel Dodsley Yuri Tenório Vargas, também participou do evento. Na ocasião, durante um encontro com o embaixador da Noruega no Brasil, Nils Martin Gunneng, o coronel também apresentou o comitê ao embaixador.

Outra parceria sinalizada durante Amazon Bonn ocorreu durante o painel, ‘Parceria para o desenvolvimento sustentável da Amazônia e o Equilíbrio Climático’ onde Marilene Ramos, diretora de infra-estrutura e sustentabilidade do BNDES, destacou que recursos foram aprovados para os corpos de bombeiros da Amazônia. “Nossa previsão é que novos projetos sejam apresentados e com isso o BNDES possa destinar recursos para aquisição de equipamentos para proteção aos incêndios florestais na Amazônia”, enfatizou a diretora.

Uma nova reunião com todos os comandantes de bombeiros membros da COPAL ficou marcada com representantes do BNDES para o próximo dia 14 de dezembro, na sede do banco no Rio de Janeiro. “As queimadas geram inúmeros prejuízos ao meio ambiente entre eles a redução do turismo, a perda do potencial hídrico, do potencial farmacêutico e genético por meio de plantas entre outros. Nossa intenção é unir os corpos de bombeiros para proteger esse bioma tão importante para o planeta, que é a Amazônia”, observou o comandante Yuri.

Também participaram do Amazon-Bonn autoridades brasileiras e internacionais, representantes de agências de fomento, instituições financeiras, projetos empresariais com foco em sustentabilidade, organizações da sociedade civil, populações tradicionais e indígenas.

O evento

É realizado pelo Ministério do Meio Ambiente do Brasil e o Fórum dos Governadores da Amazônia Legal, com apoio do Ministério para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico da Alemanha (BMZ), do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES)/Fundo Amazônia e do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam).

Compartilhe esta notícia