Notícias

Bombeiros alertam sobre riscos de acidentes durante período chuvoso

15/02/2017 - Geórgia Milhomem/Governo do Tocantins

Nesta quarta-feira, em Araguatins, por volta de 11h55, um veículo de passeio saiu da pista e capotou. Os bombeiros foram acionados e felizmente não houve nenhuma vítima fatal.Depois dos últimos dias de chuva intensa em todo o Tocantins, o Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins alerta quanto aos perigos nas estradas. 

O acidente aconteceu na TO-010, na zona rural, de acordo o próprio condutor do veículo ele teria perdido o controle após colidir com buracos na pista. Os militares orientaram o motorista do veículo quanto aos cuidados e decisões a serem tomadas ao se deparar com fortes chuvas na estrada. “Nesse caso o carro provavelmente perdeu o controle durante a frenagem e o veículo acabou saindo da pista e capotando, o ideal é sempre ficar atento aos trechos de buracos e diminuir a velocidade para evitar acidentes e danos aos veículos”, ressaltou o cabo Marlone Madeira, que atuou no atendimento da ocorrência.

Em caso de chuva

Os bombeiros orientam que caso o condutor esteja dirigindo durante fortes chuvas deve evitar trechos onde o nível da água esteja na altura do centro da roda do veículo ou acima. Caso não haja alternativa, o motorista deve passar pelo alagamento devagar, em primeira marcha, sem tirar o pé do acelerador, para que a água não seja aspirada pelo escapamento, o que pode danificar o motor. O excesso de velocidade na pista molhada (acima de 80 km) pode causar o efeito 'aquaplanagem', onde os pneus deslizam sobre o asfalto, ao passar por cima de uma lâmina d'água, o que faz com que se perca o controle de direção.

Outra dica importante é quando procurar um local para se abrigar do mal tempo, procurar locais altos. Não estacionar debaixo de árvores, placas de publicidade ou torres de transmissão de energia.

Em alguns municípios, além dos buracos, foram registrados casos de pessoas presas em carros durante alagamentos e que ao saírem dos veículos, foram arrastadas para bueiros. “Se o carro estiver estável e longe de galerias o ideal é esperar o volume de água escoar ou aguardar socorro”, destacou o Major Alex Matos, coordenador de Sistema Integrado de Operações (Siop).

 

Compartilhe esta notícia