Notícias

Corpo de Bombeiros renova parceria para projeto Atleta do Futuro

30/01/2018 - Nara Moura - Governo do Tocantins

Com os objetivos principais de assegurar o desenvolvimento esportivo e a interação social dos participantes, o projeto Atleta do Futuro teve a parceria renovada entre o Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins (CBMTO), por meio do CEMIL e o Serviço Social da Indústria (Sesi) no Tocantins. O projeto atende ao todo 2140 crianças e adolescentes, em Palmas e Porto Nacional, de 6 a 17 anos, e a exigência é que os alunos sejam de baixa renda ou estudem escolas públicas. A solenidade da assinatura do Termo de Cooperação ocorreu na sede da Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto), na tarde desta segunda-feira, 29.  

De acordo com o diretor geral e comandante do Colégio Esportivo Militar do Corpo de Bombeiros (Cemil), major Nilton Rodrigues, a quantidade de alunos beneficiados foi ampliada este ano. “Em 2017, eram apenas 200 alunos. Este ano, a parceria ampliou este número para 630, ou seja, são mais 430 estudantes beneficiados. Teremos, em 2018, 45 mil reais em materiais esportivos para nossos treinamentos no colégio”, comemorou o diretor.

Aplicado de acordo com metodologia do Departamento Nacional do Sesi, o Atleta do Futuro conta 13 instituições parceiras, no Tocantins, e tem como principais benefícios a promoção de valores ligados ao esporte e a formação pessoal; o estimulo a prática desportiva e adoção de uma vida saudável; a promoção do desenvolvimento físico e também de um ambiente esportivo com função educativa e participativa, estimulando o desenvolvimento motor e a formação de cidadãos.

Termo de Cooperação

Segundo o Termo de Cooperação firmado entre o Corpo de Bombeiros e o Sesi, no Cemil já são desenvolvidas, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h, as seguintes modalidades: atletismo, futsal, handebol, tênis de mesa, natação, judô e xadrez.

Ainda de acordo com o termo, compete ao Cemil designar os recursos humanos necessários para o pleno desenvolvimento do projeto e ceder as instalações, equipamentos e materiais esportivos, de forma planejada e em comum acordo entre as partes, para a realização das atividades, conforme grade horária definida em conjunto, entre outras.