Notícias

Senabom: Em São Luís, coronel Leandro reforça busca por conquistas dos bombeiros militares de todo o país

14/11/2019 - Luiz Henrique Machado

O coronel Reginaldo Leandro da Silva, comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins, participa da II Reunião Ordinária do Conselho Nacional dos Comandantes-Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares (CNCG - PM/CBM 2019), em São Luís – MA. O evento faz parte da programação do XIX Seminário Nacional de Bombeiros (SENABOM), que teve início dia 12, terça-feira, e reúne bombeiros militares de todo o país. O encontro se encerra nesta quinta-feira, 14.

A Reunião discute variados temas relacionados às corporações, a exemplo de investimentos da Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP), nas polícias e bombeiros militares dos Estados, implementação da Política Nacional de Segurança Pública e projetos estratégicos da Diretoria de Políticas, bem como a utilização de tecnologia para a padronização do recebimento e inclusão em carga de doações executadas pela SENASP aos estados, discussão de modelos de gestão logística para as instituições de segurança pública, e outros.

Para o coronel Leandro, o momento é histórico, pois está colocando à mesa, para debate entre os comandante-gerais, também às tratativas dos direitos dos militares estaduais. Apesar das garantias já alcançadas com promulgação do Projeto de Lei, os comandantes mantêm as discussões e as articulações com parlamentares para que seus militares sejam respeitados em seus direitos de forma proporcional aos deveres que lhes são imputados.

O evento conta ainda com a presença do secretário Nacional de Segurança Pública, general Guilherme Theophilo, e o deputado estadual capitão Guilherme Derrite. 

A busca por recursos que visam o crescimento das corporações junto à SENASP e ao Parlamento também foi outra demanda debatida. Projetos institucionais em desenvolvimento já buscam o direcionamento de recursos para aquisição de equipamentos, viaturas e na capacitação da tropa. 

"Não podemos descansar enquanto a legislação não estiver adequada e aprovada”, disse o coronel Leandro. “A Reforma da Previdência é tão importante quanto a manutenção de direitos para o nossa tropa. Além da legislação, a qualidade de vida profissional também deve ser garantida. Para isso, estamos buscando recursos e investimentos para melhor equipar nossos militares, melhorando, consequentemente, o atendimento à sociedade.", completou.