Notícias

Polícia Militar e parceiros divulgam balanço da “Operação Paz e Sossego” em Palmas

25/02/2019 - Luana Barros/Governo do Tocantins (revisão)

A Polícia Militar do Tocantins e parceiros realizaram nos dias 16, 22 e 23 de fevereiro, em Palmas, a “Operação Paz e Sossego”, que consiste no emprego integrado das forças de segurança Estadual e Municipal, e demais órgãos de fiscalização. Os órgãos envolvidos realizaram blitz, com abordagem a pessoas e veículos, fiscalização documental dos estabelecimentos comerciais (bares e restaurantes) da capital, dentre outras ações inerentes às atribuições dos órgãos envolvidos. Outras ações da mesma natureza devem acontecer no decorrer do ano.

A Operação Paz e Sossego tem como finalidade regular e padronizar as ações preventivas, repressivas e fiscalizatórias a serem executadas por parte dos órgãos parceiros: Polícia Militar do Estado do Tocantins (PM/TO), Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Tocantins (CBM/TO), Polícia Civil do Estado do Tocantins (PC/TO), Departamento de Trânsito do Tocantins (DETRAN/TO), Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana de Palmas (SESMU), Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Regularização Fundiária e Serviços Regionais de Palmas (SEMDUS) e Secretaria de Saúde de Palmas (SEMUS).

Os dados da ação foram apresentados em uma coletiva de imprensa realizada na tarde desta segunda-feira, 25, no Quartel do Comando Geral (QCG) da PM em Palmas. Nos três dias de operação, na totalidade, foram realizadas 24 notificações diversas, 12 (doze) interdições, 09 (nove) apreensões de materiais, uma apreensão de menor de idade, 02 (duas) prisões, 02 (duas) multas e uma orientação.

Segundo o comandante do Policiamento da Capital (CPC), tenente-coronel Francinaldo Machado Bó, com apenas três dias de realização da Operação Paz e Sossego já foi observado uma diminuição considerável do número de ocorrências na capital.