Notícias

Segunda etapa da 1ª Semana da Saúde é encerrada com palestras para mulheres

15/04/2019 - Thaís Ramalho/Corpo de Bombeiros

Nesta sexta-feira, 12, foi a vez das mulheres participarem do ciclo de palestras que faz parte da segunda etapa da programação da 1ª Semana da Saúde, realizada pelo Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins em parceria com a Fundação Pró-Tocantins. Foram ministradas palestras sobre nutrição e saúde da mulher.

A 1ª Semana da Saúde tem como objetivo promover a saúde no meio militar, por meio da prevenção de doenças, orientações para a qualidade de vida e o bem-estar.

Com o tema “Viver, comer e ser feliz!”, a nutricionista Meire Guilherme da Cunha orientou as mulheres sobre a importância de manter uma dieta equilibrada para evitar problemas de saúde.

“Principalmente aquelas que necessitam se exercitar bastante é necessário que tenham uma alimentação balanceada. Se as proteínas não estiverem adequadas e se os carboidratos estiverem em pouca quantidade, pode até correr o risco das profissionais passarem mal durante o trabalho”, explicou.

Para o médico ginecologista Glauco Miranda, que ministrou a palestra “Saúde da Mulher”, é necessário que todas tenham cuidado e atenção especial principalmente nos exames preventivos. “O rastreio, o cuidado em sempre ter o acompanhamento de um ginecologista é essencial para uma mulher. Principalmente para aquelas que já possuem histórico na família de doenças mais graves como o câncer de mama e de colo de útero”, frisou.

De acordo com o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins, coronel Reginaldo Leandro da Silva, a realização da Semana da Saúde é um momento ímpar para a corporação. “Com muita satisfação encerramos o ciclo de palestras da Semana da Saúde. É um momento bastante positivo na corporação, de estar buscando um ambiente mais favorável, harmônico e que traga mais qualidade de vida e saúde para todos”, ressaltou.

Luciano Nakano, tenente-coronel e coordenador de Saúde e Assistência Social, estimou o atendimento de 300 militares, na Capital, na primeira etapa do evento. “Nossa intenção é que todos os bombeiros militares sejam atendidos. Após os exames, analisaremos se alguém tem o risco de desenvolver alguma doença mais grave”, ressaltou.

A programação do evento segue até o próximo dia 17, com a realização de exames de pressão arterial, cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC) e glicemia.