Notícias

“A Corrida do Fogo é referência no estado”, diz o bicampeão Nego Léo

30/06/2019 - Luiz Henrique Machado

A Corrida do Fogo mudou de lugar e de horário. Foi do dia para a noite e da Teotônio Segurado para a LO-09 e NS-05. Mas uma coisa permaneceu igual ao que se viu ano passado: o campeão. Igualmente ao que fez em 2018, Antônio Francisco da Silva, o Nego Léo, apertou o passo e sagrou-se bicampeão da prova. Para ele, o evento é diferente. “A Corrida do Fogo é referência no estado”, afirmou.

Nego Léo correu os 10k, e atrás dele, uma multidão de mais de 1300 atletas seguiam a seus modos nas mais variadas categorias estabelecidas pelo Corpo de Bombeiros Militar. No novo percurso, Nego Léo até diminuiu o tempo em 30 segundos sobre 2018. “Os organizadores se dedicam muito nessa corrida e o êxito está aí, no número de inscritos. Foi um percurso muito bom. Estão de parabéns”, disse o bicampeão.

Cremilda Costa, que venceu na categoria feminina de 44 a 55 anos, pelos 5k, também elogiou o evento. Esta é a segunda vez dela na prova, que colocou como meta para o ano, estar em todas as sete corridas do Circuito Virgílio Coelho. “Esta é uma prova bem organizada e este ano veio com baixo grau de dificuldade. O circuito é bem assessorado, com muita hidratação. Para mim é uma corrida especial, com o Corpo de Bombeiros Militar à frente e a disciplina é interessante”, conta a campeã.

Para a organização, a avaliação é a melhor possível. O major Nilton Rodrigues dos Santos explica que as mudanças realizadas melhorou para os atletas, com menos desgaste físico, e para a população, com menos ruas fechadas durante a corrida. “Foi muito positivo, com o clima ameno, melhor. E foi uma verdadeira festa, com essa multidão comparecendo e melhorando seus tempos na pista”, relata o major, que destaca o apoio das assessorias esportivas.

“As assessorias trazem um número muito grande de atletas de Palmas, de Gurupi, de Paraíso, de Porto Nacional e de Araguaína. São parceiros importantes”, frisa o major Nilton.

A multidão permaneceu na festa de premiação. Na oportunidade, o Corpo de Bombeiros Militar fez dois repasses em dinheiro para o Hospital de Amor. Foram R$ 1850,00 que os próprios atletas doaram no ato das inscrições e outros R$ 1500,00 que a corporação retirou do montante ganho nos patrocínios. Os valores vão para custeio das obras do Hospital, que ajuda pacientes na cura do câncer. Boa parte dos campeões da prova também receberam troféus e dinheiro.

Os campeões

5K masculino – 1º Leoney Oliveira, 2º Rony Cleiton, 3º Osvaldo Ferreira, 4º Valdivan da Silva e 5º Carlos Alberto Alves.

5k feminino – 1º Cremilda Costa, 2º Fernanda Raquel, 3º Cristina Araújo, 4º Glaya Brito e 5º Luziana Feitosa.

Bombeiros 5k – feminino – geral – 1º Fernanda Cerqueira, 2º Elvira Oliveira, 3º Marineide Castro, 4º Tayanna Olebar e 5º Daiane Lima.

Bombeiros masculino – 18 a 40 anos – 1º Vander Praxedes, 2º Diorde Lucas, 3º Silvano Florentino, 4º José Pedro Filho e 5º Roney Feliciano.

Bombeiros masculino – 41 anos acima – 1º Fábio Queiroz, 2º Carlos Alberto Rodrigues, 3º José Fernando Carvalho, 4º Carlos Eduardo e 5º Geraldo da Conceição Primo.

Geral – homens – 10k – 1º Antônio Francisco – Nego Léo, 2º Vagno Silva, 3º Noel dos Reis, 4º Eliésio Miranda e 5º Diego Camargo.

Geral – mulheres – 10k – 1º Juliana Pereira, 2º Meire das Chagas, 3º Josilene de Sousa, 4º Monalisa Reis e 5º Elizangela Dina.

Bombeiro Militar Equipado – 5k – 1º Lázaro Nogueira, 2º Cléber José Borges Sobrinho, 3º João de Deus, 4º Danubio Kelly e 5º Rafael Barreto.

Crédito: Luiz Henrique Machado/Governo do Tocantins