Notícias

Bombeiros militares registram final de semana com acidentes de trânsito e emergência médica

11/05/2020 - Luiz Henrique Machado/Governo do Tocantins

Um morador de Mateiros veio a óbito assim que chegou a Palmas neste domingo, 10, por volta das 13h45. A viagem de cerca de 310 quilômetros, que é a distância entre as duas cidades, foi feita numa aeronave e visava atendimento médico de urgência para Israel da Cunha Montizuma, de 90 anos. Contudo, ainda no Hangar do Estado, assim que chegou, o paciente teve parada cardiorrespiratória.

Equipe do Corpo de Bombeiros Militar, instalada na Seção Contra Incêndio (SCI), junto ao Aeroporto de Palmas, deu atendimento à vítima em apoio ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Contudo, Israel Montizuma já não apresentou mais sinais de vida.

O filho Izaque Montizuma Ribeiro, que o acompanhava, informou que o pai havia apresentado problemas cardíacos e havia dois dias estava passando mal. A viagem para Palmas visava a internação, tendo, inclusive, o encaminhamento médico direcionado ao Hospital Geral de Palmas.  Segundo ele, a vítima não apresentava sintomas do novo coronavírus.

Incêndio

Outro atendimento prestado pelo Corpo de Bombeiros Militar ocorreu no Setor Leste, em Gurupi, também neste domingo. Por volta das 5h40, o registro de um incêndio veicular deslocou as equipes até a Avenida Guaporé.

Segundo os bombeiros, não houve vítimas. Assim que chegaram ao local, o veículo Gol já estava com muitas chamas. O sistema de combate foi montado e o fogo debelado. Após foi feito o rescaldo (completa extinção de incandescências visando a não reignição).

Colisão

Ainda em Gurupi, no sábado, 09, o CBMTO atendeu ocorrência com vítima de colisão entre caminhão e veículo de passeio. O registro foi em frente ao Posto Mutucão, na BR-153, por volta das 19h40.

Segundo os bombeiros militares, a vítima era um homem de 68 anos, que veio a óbito no local, presos às ferragens do veículo. Os bombeiros usaram um desencarcerador para resgatar o corpo. Já a motorista do caminhão nada sofreu.